Rosângela Vieira Rocha

Rosângela Vieira Rocha nasceu em Inhapim, MG, e mudou-se para Brasília em 1968. Jornalista, escritora e professora aposentada do Departamento de Jornalismo da Faculdade de Comunicação da UnB, é advogada e Mestre em Comunicação Social pela ECA/USP. Tem treze livros publicados, para adultos e crianças. Véspera de Lua, Editora da UFMG, (romance), 1990, ganhador do Prêmio Nacional de Literatura Editora UFMG – 1988; Rio das Pedras, Secretaria de Estado de Cultura, 2002, novela vencedora da Bolsa Brasília de Produção Literária 2001, Menção Especial no Prêmio Graciliano Ramos, da União Brasileira de Escritores, além de ter sido classificada entre os dez finalistas da 4ª. Bienal Nestlé de Literatura Brasileira; Pupilas Ovais, (contos), LGE Editora, 2005, selecionado para obter o apoio do FAC/DF; A festa de Tati (infantil), Franco Editora, 2008; Fome de Rosas (romance), 2009, FAC/Nossa Cidade, Dias de Santos e Heróis (infantil), Editora Prumo, 2009, Três contra um (infantil), Franco Editora, 2011, Nem tudo foi carnaval, (juvenil), Editora RHJ, 2012; Janaína, a bailarina (infantil), Franco Editora, 2012; O macuco Felício (infantil), Editora Cortez, 2014; e O vestido da condessa (infantil), Franco Editora, 2014, O indizível sentido do amor (romance), 2017, Editora Patuá. Seu 13º livro, o romance Nenhum espelho reflete seu rosto, ed. Arribaçã, será lançado no próximo dia 11, em João Pessoa, PB. Participou da Antologia do Conto Brasiliense, organizada por Ronaldo Cagiano. Brasília: Projecto Editorial/Livraria Suspensa, 2004; Mais trinta mulheres que estão fazendo a nova literatura brasileira, org. por Luiz Ruffato, Editora Record, 2005, Todas as gerações – o conto brasiliense contemporâneo, organizada por Ronaldo Cagiano, LGE Editora, 2006, 7º Prêmio Escriba de Contos, Secretaria Municipal de Ação Cultural: Piracicaba, 2009, de Balões Coloridos – Crônicas, Editora Via Literária, Porto Seguro, 2010. Seu nome faz parte do Dicionário de Escritores de Brasília, org. por Napoleão Valadares, 2ª e 3ª edições (2003 e 2012), da História da Literatura Brasiliense, org. por Luiz Carlos Guimarães da Costa, Brasília: Thesaurus, 2005, de Mulheres- Prosa de ficção no Brasil 1964-2010, org. por Marcia Cavendish Wanderley, Rio de Janeiro: Ibis Libris/FAPERJ, 2011 e do Dicionário de Mulheres, org. por Hilda Agnes Hübner Flores, Florianópolis: Editora Mulheres, 2011.

Tem textos avulsos premiados, como a crônica “Um homem indelicado”, que obteve Menção Honrosa no VII Concurso Rubem Braga de Crônicas, promovido pela Academia Cachoeirense de Letras. Foi colunista da revista literária digital Verbo21. Atualmente, tem colunas nas revistas culturais e literárias Germina e Flor de Dendê.

“Nenhum espelho reflete seu rosto”, romance ora lançado pela Arribaçã Editora, trata das relações tóxicas e abusivas, tema que tem despertado muito interesse, especialmente em tempos de relacionamentos virtuais.